• Ariane Sasso

Como escolher o terreno dos sonhos, mantê-lo eficiente energeticamente, e não acabar com um pesadelo


Sabe aquela sensação gostosa de ter um lugar seu, onde você pode contemplar a melhor paisagem, curtir a brisa suave, acordar com o sol gostoso no rosto...(?) Onde você passaria com contentamento o resto dos seus dias.

Pois é!!! Sabe onde isso começa? Na escolha adequada do seu terreno.

E mesmo que o seu terreno seja um terreno urbano, com construções ao redor, e sem belíssimas vistas naturais é possível fazer escolhas mais adequadas para as suas necessidades. Vou te dar várias dicas sobre isso até o final desse artigo.

O que você precisa realmente considerar quando for escolher o seu terreno:

A Posição Geográfica:

A posição geográfica é exatamente a posição terrestre do terreno. É a latitude e longitude.

Essa informação é conseguida por meio de Mapas Cartográficos, GPS (GEO POSITION SYSTEM), ou levantamentos planialtimétricos com equipamentos como Estação Total.

De forma bem mais simplificada o próprio Google Maps pode fornecer a informação para quem tem facilidade com mapas.

Essa informação é A INFORMAÇÃO FUNDAMENTAL DE TODO TERRENO, porque ela caracteriza e define o seu terreno em relação ao Sol.

Ela vai determinar se o seu sol da tarde é bom ou ruim, se seu terreno precisa de mais ou menos luz, em que horas e quantos dias por ano.

Ela determina o caminho que o sol faz sobre o seu terreno durante o ano, e pela máscara solar (carta solar) do terreno pode-se definir qual o melhor posicionamento do edifício dentro do terreno.

Máscara solar latitude 20S

Norte do Terreno/Edifício:

Em conjunto com a posição geográfica a posição do terreno em relação ao Norte vai dizer onde e como deve-se abrir e fechar o edifício a fim de permitir, ou impedir a entrada excessiva de luz e calor.

Relação máscara solar latitude e posicionamento da edificação

Essas duas informações são fundamentais para a escolha de terrenos e para a definição de como o edifício deve ser implantado.

Se elas forem bem utilizadas é possível economizar muito dinheiro na hora de pagar as contas de energia. E o melhor, elas não custam nada a mais! Só precisam ser bem interpretadas.

A posição em relação ao norte ainda deve ser considerada caso você tenha interesse em implementar geração de energia a partir do sol, ou aquecimento de água com coletores solares.

O norte é a direção que vai permitir a melhor captação de radiação solar, na região de latitude 20 S (Vitória-ES), por exemplo.

É importante verificar se o posicionamento do terreno em relação ao norte vai colaborar, ou se pelo menos não vai prejudicar a instalação das placas solares, considerando os dados do seu entorno construído e natural.

O Entorno:

Sobre o Entorno é importante que você, sempre que possível, opte por um terreno que lhe permita pelo menos um ponto de visada contemplativo, para que você tenha esse espaço de repouso físico e espiritual dentro da sua casa.

Um lugar pra perder a vista. O tempo. Se colocar como parte do todo. Ok?

Pelo menos um ponto.

Eleja esse ponto, mesmo que seja a vista de uma parte da rua, e exija a valorização desse ponto do profissional que projetará a sua edificação.

E aí fique atento a possíveis futuras alterações na sua paisagem.

O Relevo:

Outro ponto muito importante que deve ser analisado é o relevo do terreno.

É comum que as pessoas, você e muitas outras, tenham medo dos terrenos acidentados, quando na verdade o maior medo na hora de escolher os terrenos deveriam ser outros.

Nem todo terreno é plano!!! Na região de Cachoeiro de Itapemirim, Castelo, Jerônimo Monteiro, Venda Nova do Imigrante, por exemplo, a grande maioria dos terrenos disponíveis para ocupação estão em condição de aclive (subida) ou declive (descida). E você precisa saber escolher a melhor situação, para não desperdiçar dinheiro.

A primeira ideia que passa pela nossa cabeça quando pensamos em comprar um terreno inclinado é cortar o terreno, mas cuidado!

Além de gastar dinheiro com horas de máquina desnecessárias você pode estar tomando a decisão mais errada da sua vida!

Jamais compre um terreno, seja pelo preço que for, para cortá-lo e deixá-lo aberto, mesmo que você tenha um primo com uma super escavadeira parada no quintal.

Você terá grande chance de estar criando um problema enorme para sua vida – EROSÃO DE TERRENOS – no mínimo. Sem contar as possibilidades de desmoronamento no seu terreno e no terreno dos vizinhos.

Entre os terrenos em aclive e declive existem várias questões que precisam ser analisadas: o acesso, a vegetação existente, a ventilação, a vista, e a logística da movimentação de terra.

E aqui vou te dar outra dica: consulte sempre um profissional da Agrimensura com experiência para lhe ajudar a montar um plano de corte e transporte do material.

Em alguns casos o volume de movimentação sozinho pode inviabilizar economicamente o seu sonho. E todo material retirado do terreno deve ser depositado em destino final devidamente licenciado.

Agora vou apontar pra você formas de ocupar esses terrenos, suas vantagens e também suas desvantagens. E lá no final vou dar a minha opinião pessoal, ok?

  • Edificação elevada do solo sobre pilotis ou em balanço;

Vantagens:

  • Mínimo impacto sobre o terreno natural;

  • Volume mínimo de corte do terreno;

  • Total liberdade para aberturas de ventilação e iluminação;

  • Espaço remanescente utilizável sob a edificação;

  • Fácil implantação em terrenos de inclinação muito acentuada.

Desvantagens:

  • Limitações em relação ao acesso da edificação;

  • Sistema estrutural mais complexo e mais caro;

  • A estrutura tende a ter um impacto visual negativo se não for bem escolhida e desenhada.

  • Edificação em cascata, com uma sucessão de níveis acompanhando a inclinação do terreno;

Vantagens:

  • Pouca interferência no terreno natural;

  • Pouco volume de corte;

  • Liberdade para aberturas de ventilação e iluminação;

  • Possibilidade de acesso direto a todos os níveis.

Desvantagens:

  • A circulação interna vai exigir escadas ou rampas.

  • Edificação implantada sobre um platô escavado;

Vantagens:

  • Impacto visual mínimo / edificação discreta;

  • Isolamento térmico e acústico natural;

  • O espaço sobre a edificação pode ser utilizado como terraço, garagem, jardim, etc;

  • Privacidade.

Desvantagens:

  • Grande volume de corte;

  • Limitações em relação ao acesso da edificação;

  • Limitações para aberturas de ventilação e iluminação;

  • Necessidade de maior cuidado com impermeabilização de paredes em contato com solo.

  • Edificação implantada sobre um platô criado por corte e aterro.

Vantagens:

  • Facilidade de acesso à edificação;

  • Liberdade para aberturas de ventilação e iluminação;

  • Liberdade para ampliação da área plana externa.

Desvantagens

  • Grande interferência no terreno natural;

  • Grande volume de corte e aterro;

  • Necessidade de obras de contenção;

  • Risco de instabilidade de aterros e taludes.

Minha opinião pessoal:

Vou apontar agora pra você o que a minha experiência me ensinou sobre terrenos em declive, em regiões MUITO ACIDENTADAS.

A primeira vantagem do terreno em declive é a facilitação do acesso.

As ruas estão acima do nível do terreno e você muitas vezes pode aproveitar o próprio terreno para rampas e escadarias e guarda de veículos.

A segunda vantagem é que fica infinitamente mais fácil manter a vegetação natural em um terreno em declive que em aclive. Porque você pode suspender a construção do chão, reduzindo os cortes do terreno e da vegetação. E, quando cortado, boa parte da vegetação permanecerá abaixo do nível do corte, o que em situação de intemperes severas trás muito mais segurança.

No caso de um vendaval, por exemplo, você estará mais assegurado que o vento não tombará nenhuma árvore sobre sua casa, diferente se a vegetação estiver acima do nível do corte do terreno ou da casa.

A terceira vantagem se dá exatamente pela possibilidade de descolamento da casa do terreno o que facilita muito a ventilação e reduz significativamente a preocupação com impermeabilização por contato com o solo.

Esse mesmo fator pode assegurar que você permanecerá com a vista principal aberta, e que outra construção não irá impedir a contemplação da paisagem escolhida. O seu entorno.

Por último outra grande vantagem é a facilitação quanto a movimentação de terra.

Os terrenos em declive podem reduzir muito a necessidade de corte de terrenos.

Quem vai lhe apontar a necessidade ou não de cortar o seu terreno e em que proporção é o profissional que você irá contratar para analisar a situação com olhar técnico. Ok?

Agora atenção para o que você realmente precisa temer:

Em muitos casos, nas cidades pequenas, a municipalidade acaba por fazer vistas grossas sobre a execução de loteamentos a fim de não inviabilizar o empreendimento e quebrar as pernas de quem está fazendo o loteamento. Mais vale o crescimento a moda "vão se embora" que qualidade de vida e de serviços.

Entretanto é responsabilidade do empreendedor entregar o loteamento com toda infraestrutura: calçamentos, iluminação, drenagem... assim como a documentação.

Se isso não estiver sendo oferecido ao terreno que você está namorando você precisa saber que quem vai arcar com o ônus de tudo isso é VOCÊ! Seja do seu próprio bolso, seja permitindo que a municipalidade invista dinheiro de impostos em melhorias que já deveriam ter sido feitas.

Tudo com muito mais transtorno, inconveniências e demora.

REPENSE!!!

REJEITE o que não for bom para você!!!

RECICLE suas idéias sobre terrenos!!!

Gostou do post? Então compartilhe com os seus amigos.

Ainda tem dúvidas??? Entre em contato!!!

AbraSasso!!!

Bibliografia e fonte de imagens:

http://altaarquitetura.com.br/terreno-acidentado-dicas-projeto-aclive-declive/

http://arqemanuellemelo.blogspot.com.br/2011/07/casas-em-terrenos-irregulares.html

http://www.mixdenoticias.com.br/como-escolher-o-terreno-certo-para-comprar/

http://blog.grupoladrillo.com.br/tag/declive/

https://folhaazero.wordpress.com/2008/10/28/trabalhando-com-carta-solar-ii/

http://www.sigmainovar.com.br

https://batalhaspelomundo.com.br/2013/07/31/aterrissando-em-paris-champs-elysees-e-o-arco-do-triunfo/

#entorno #economia #arquitetura #arquiteturasustentável #escolhadeterreno #terrenoacidentado #relevo #posiçãodoterreno #máscarasolar #declive #aclive #vantagensdoterreno #desvantagemdoterreno #estúdio53

304 visualizações

estúdio53 arquitetura e eficiência/ Tel: 028-3542-1905 / contato@e53.arq.br / © 2019 por estúdio53

  • Facebook - Grey Circle
  • Instagram - Grey Circle
  • YouTube - Grey Circle
  • Pinterest - Grey Circle
  • Twitter - Grey Circle
This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now